“Joio” espetáculo leva plateia do EncontrArte à reflexão

A penúltima noite do EncontrArte foi marcada pela forte apresentação da Cia Cerne, de São João de Meriti, com o espetáculo “

Foto: Paulo César Rega

Foto: Paulo César Rega

Joio”.

Escrita e dirigida por Vinicius Baião, a peça conta a história de Jéssica, uma adolescente que é entregue pela mãe, dependente química, a traficantes como forma de pagamento de uma dívida. Depois de sofrer uma série de abusos sexuais e com medo que a história se repita com suas duas irmãs mais novas, Jéssica denuncia o fato para o namorado, que leva o assunto à direção do colégio onde estudam.

A partir daí uma série de fatos levam para um final surpreendente. Em cena, cinco atores se desdobram entre os personagens para contar a história, amparados apenas por três escadas que servem como cenário. “Este é o terceiro ano que participamos do festival e é uma alegria muito grande saber que ele resiste há 15 anos. Vida longa ao Encontrarte” disse Vinicius Baião.

Infantil “Os contadores” encanta adultos e crianças no EncontrArte

O infantil “Os Contadores”, de Angelo Faria Turci, (a partir de Esopo, La Fontaine e Andersen) se apresentou na 15ª edição do EncontrArte 2016 na última quinta-feira no SESC Nova Iguaçu.

Dirigida pelo próprio Angelo Faria, a montagem do grupo Theatrum Mundi, do Rio de Janeiro, discute, através de quatro histórias curtas, as ações éticas e suas implicações sociais. São cordeiros, lobos, moscas, escorpiões, sapos e vários outros animais que agem de acordo com seus posicionamentos éticos. Com músicas ao vivo, pernas de pau, bolhas de sabão e até neve, o espetáculo encantou, divertiu e emocionou a plateia formada por crianças e adultos.

Fotos: Danilo Sérgio

Fotos: Danilo Sérgio

Atores iguaçuanos se apresentam no EncontrArte

Os atores iguaçuanos Fábio Mateus, Felipe Villela e Johnny Rocha subiram ao palco do SESC Nova Iguaçu na última quarta-feira, 28, trazendo o espetáculo “Precisa-se de Velhos Palhaços”.

Com texto de Matei Visniec, direção de Anderson Marques, tradução e adaptação de Pedro Sette Câmara, a peça retrata o reencontro, depois de trinta anos, de três palhaços numa sala onde aguardam uma entrevista de emprego.

A montagem traça o perfil três homens cheios de angústias, lembranças e histórias para contar. Uma mistura de drama e comédia.

“Esta é uma remontagem da peça do romeno Matei Visniec, originalmente chamada de “Um Trabalhinho para Velhos Palhaços”, lembrou o ator e idealizador do EncontrArte, Fábio Mateus.

“Foi um desafio que assumimos com muito prazer. Trazer o texto de Visniec, que é tão atual, tão presente no dia a dia do brasileiro, para o palco”, acrescentou o diretor Anderson Marques.

“O trabalho corporal é fundamental porque representamos homens mais velhos que também são palhaços. Houve necessidade de uma grande preparação e concentração”, explica Johnny Rocha.

O EncontrArte conta com o patrocínio da Petrobras por meio das leis de incentivo fiscal e da Secretaria de Estado de Cultura e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e segue com programação gratuita até dia 30 de setembro.

Fotos de Danilo Sérgio

Fotos de Danilo Sérgio

velhor4

“A Jornada de Kim”, infantil encanta criançada no EncontrArte

Magia, fantasia e encantamento. Essas foram as palavras proferidas após a sessão do espetáculo “A Jornada de Kim”, com direção de Diogo Villa Maior na última quarta-feira, 28.

O EncontrArte trouxe ao público infantil Kim (Natália Trotte), uma garota que descobre a doença da mãe e que só existe um meio para salvá-la: encontrar a Flor de Irauadí, isso só é possível em terras muito distantes. Kim então realiza uma longa travessia por lugares muito estranhos, encontrando pelo seu caminho seres muito esquisitos.

O espetáculo fascina pela técnica de manipulação utilizada pelo elenco, apostando na animação, de onde um pé, um joelho, ou a mão dos atores se transformam, em questão de segundos, em encantadores personagens que interagem com a jovem Kim. Essa técnica foi criada pelo grupo peruano Teatro Hugo & Ines, que possui um trabalho de mais de 20 anos com manipulação e que o diretor Diogo Villa Maior vem disseminando no Brasil.

Com elementos aparentemente simples, o espetáculo encantou e prendeu a atenção das crianças que lotaram o palco do Sesc Nova Iguaçu.
No elenco, Andrea Santiago, Laura Becker, Rafael Ribeiro e Ricardo Cabral, interpretam, cantam e tocam instrumentos, deixando as crianças fascinadas com as transformações que ocorrem diante dos seus próprios olhos.
O EncontrArte conta com o patrocínio da Petrobras por meio das leis de incentivo fiscal e da Secretaria de Estado de Cultura e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e segue com programação gratuita até dia 30 de setembro.

Fotos: Paulo Cesar Rega

Fotos: Paulo Cesar Rega

img_6913

“Avesso” de Shakespeare no palco do EncontrArte

A Cia CTI – Comunidade Teatral Independente trouxe ao palco do Sesc Nova Iguaçu três textos de William Shakespeare. Romeu e Julieta, MacBeth e Hamlet. Três releituras. A peça dirigida por Renato Neves e Ribamar Ribeiro não possui uma ordem cronológica nem linearidade. É o Avesso de Shakespeare. A partir de diversas obras que mostraram outras visões do original, incluindo o Hamlet Machine do Heiner Muller, espetáculo é uma visão contemporânea e bem humorada na visão do dramaturgo Ribamar Ribeiro.

No elenco, Bruna Lopez, Erika Monteiro, Getulio Nascimento, Gustavo Araújo, Marcos Pinheiro e Nívea Nascimento agradaram em cheio a plateia da 15ª edição do EncontrArte que segue com programação infantil e adulta até dia 30 de setembro.Foto:Paulo César Rega

Os Ciclomátimos abre a programação infantil do EncontrArte 2016

A 15ª edição do EncontrArte 2016 abriu a programação infantil na manhã de terça-feira, 27 de setembro com o novo espetáculo de Os Ciclomáticos – Companhia de Teatro.
Escrita e dirigida por Ribamar Ribeiro, a comédia traz a cultura popular brasileira como tônica nesta montagem. A história se desenvolve em torno de um rico fazendeiro que tem um boi muito bonito. Pai Chico, trabalhador da fazenda, para satisfazer a sua mulher Catirina, que está grávida e sente desejo de comer a língua do boi, traz a língua do boi e a confusão está formada. Além dessa história, a trama também traz pequenos contos do folclorista Câmara Cascudo.
O diretor mergulhou no universo do teatro popular, das farsas medievais e das festas brasileiras pra contar essa tradicional história. Neste universo, Ribamar Ribeiro cria um universo próprio e contemporâneo na encenação.
“O objetivo deste novo espetáculo que é o décimo do repertório da Companhia Os Ciclomáticos, que completou 19 anos de carreira neste ano, é encantar crianças e adultos através das histórias populares e assim redimensionando este contexto popular de forma universal.” Afirmou Ribamar

A Farra do Boi Bumbá

A Farra do Boi Bumbá

Exposição fotográfica “Retratos do EncontrArte”

Mostra reúne fotos referentes aos 15 anos de Encontros de Artes Cênicas na Baixada Fluminense.

Em parceria com o EncontrArte – Encontro de Artes Cênicas da Baixada Fluminense – o Shopping Nova Iguaçu apresenta a exposição fotográfica “Retratos do EncontrArte” que fica em cartaz no terceiro piso até dia 28 de novembro.

Foto Alziro Xavier

Foto Alziro Xavier

A mostra reúne quinze imagens que retratam parte da trajetória do EncontrArte, projeto que se consolidou na Baixada Fluminense como um dos mais importantes eventos culturais no estado do Rio.

Ao longo desses 15 anos, o evento trouxe aos palcos do Sesc Nova Iguaçu e Complexo Cultural Sylvio Monteiro, mais de 450 espetáculos teatrais, além de várias atrações que aconteceram pelas ruas da cidade e também no Shopping Nova Iguaçu.

As fotos exibidas são dos fotógrafos locais Alziro Xavier, Danilo Sérgio, Marcele Pontes, Mazé Mixo e Paulo César Rega e traduzem o retrato do artista, a expressão no momento da cena, um registro dos bastidores antes de os atores entrarem em cena e a dramaticidade que se expressa no corpo inteiro.

VII ENCONTRARTE - DE IGUASSÚ VELHA À NOVA IGUAÇU - CIA TEATRAL FIOS DA ROCA - N.I

VII ENCONTRARTE – DE IGUASSÚ VELHA À NOVA IGUAÇU – CIA TEATRAL FIOS DA ROCA – N.I

Para os idealizadores Claudinah Oliveira, Fábio Mateus e Tiago Silva, a ideia é mostrar ao público algumas cenas que marcaram a história do EncontrArte ao longo desses quinze anos e homenagear os atores que participaram dessas edições. “Foi uma síntese difícil devido ao número de imagens que temos registradas.”

O EncontrArte conta com o patrocínio da Petrobras por meio das leis de incentivo fiscal e da Secretaria de Estado de Cultura e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e encerra a 15ª edição dia 30 de setembro, 19h, no Sesc Nova Iguaçu com a peça Luiz Gama – Uma Voz pela Liberdade” de Deo Garcez. 

SERVIÇO

Exposição Retratos do EncontrArte

Local: Shopping Nova Iguaçu – 3º Piso

Endereço: Av. Abílio Augusto Távora, 1111 – telefone: (21) 3812-1900

Temporada: Até dia 28 de novembro de 2016

Horário de Funcionamento: De segunda a sábado das 10 às 22h, aos domingos, das 12 até 22h.

GRATUITO

 

 

EncontrArte promove evento gratuito no Shopping Nova Iguaçu

A praça de alimentação do Shopping Nova Iguaçu foi palco da Mostra E AÍ  como parte da programação da 15ª edição do EncontrArte.

Segunda-feira, 26 de setembro, a Mostra E AÍ  (EncontrArte Artes Integradas) reuniu artistas da Baixada Fluminense de diversas formas de atuação como dança, música, circo, poesia, entre outras, com o intuito de  celebrar as potencialidades artísticas da região.

Entre 18 e 22h, o público pôde conferir  as apresentações do Afoxé Maxambomba (considerado o maior bloco afro da Baixada Fluminense. Presença obrigatória em eventos culturais e na abertura do carnaval de Nova Iguaçu, o bloco promove, através da dança, o resgate das expressões culturais de origem africana, o fortalecimento da identidade negra e a igualdade racial.

Em seguida, o samba tomou conta da praça de alimentação ao som do grupo “Samba de Seriguela”, grupo que  surgiu no ano passado em uma festa organizada pelo produtor cultural Rogério Costa que reuniu músicos, jornalistas, poetas e artistas plásticos da Baixada Fluminense em um local que possui um pé de seriguela. Na apresentação o grupo homenageou compositores da Baixada como Jaime Braulio, Pingá, dentre outros.

A programação contou também com o comediante Miguel Marques  que trouxe seu StandUp Comedy, a academia de dança de Nova Iguaçu, Beto Rocha e Fernanda Moraes, Simone Rocha e Thais Carla, o saxofonista Anízio Dutra, Kaynã Rhiwany, As fulanas de tal, Beto Gaspari   e o Coral NICC.

Fotos de Paulo Cesar

Fotos de Paulo Cesar

img_5773
img_5471img_4812

MIX DUX – Comédia e arte circense presentes no EncontrArte

A arte circense é a fonte principal onde bebem os atores Fabrício Dorneles e Lucas Moreira. Juntos, eles formam a companhia Circo Dux, que tem sua sede no Rio de Janeiro, e trouxeram no último domingo, 25 de setembro, ao palco do SESC Nova Iguaçu, seu mais novo espetáculo “Mix Dux”.

O espetáculo que aconteceu às 16h, reuniu alguns dos principais números realizados pelos dois artistas durante toda a trajetória do grupo, que em 2015 completou dez anos de existência.

Números de montagens como “Zarak Show – As Aventuras de Darius e Igor”, de 2010, e “Blefes Excêntricos”, de 2013, aparecem em cena, assim como outros produzidos especialmente para este novo espetáculo. “Átila, O Príncipe da Brutalidade” é uma das atrações; ele é um homem “de força incomum, criado nos alpes holandeses, alimentado por vacas de matriz premiada”, como definem os dois artistas.

“Estamos muito felizes em participar desse evento tão importante para a Baixada Fluminense. Vida longa ao EncontrArte.” – Disse o ator circense Fabrício Dorneles após receber o troféu EncontrArte 2016.

Foto Paulo Cesar Rega

Foto Paulo Cesar Rega

foto-paulo-cesar-3

 

COMBI – Cia Brasileira de Interpretação traz o drama SER OU… NÃO SEI! ao EncontrArte

O premiado espetáculo dramático  SER OU… NÃO SEI!, protagonizado por Almir Rodrigues e Malu Saldanha apresentou-se na noite de sábado, 24 de setembro no SESC Nova Iguaçu.

Em cena, duas “crianças” e muitas caixas. O que existe dentro daquela caixa trancada? O que acontece quando saímos da caixa? Perguntas, dúvidas, hipóteses, sonhos… Segredos e descobertas vão se desenrolando ao passo em que os atores instigam a plateia a reflexões sobre a vida.

Recentemente premiado como melhor espetáculo no Prêmio Paschoalino, o texto é assinado por Malu Saldanha e a direção é de Julio Venâncio.

O EncontrArte conta com o patrocínio da Petrobras por meio das leis de incentivo fiscal e da Secretaria de Estado de Cultura e da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e segue com programação gratuita até dia 30 de setembro de 2016.

Foto: Danilo Sérgio

Foto: Danilo Sérgio