O mundo das travestis no palco do Encontrarte

Por: Flavia Rodrigues
flaviarrodrigues@yahoo.com.br

A realidade das travestis brasileiras foi o tema do Solo Almodóvar, espetáculo que fez parte da programação do 13º Encontrarte, na noite deste sábado (20/09). A apresentação aconteceu no teatro do Sesc, em Nova Iguaçu.

“Eu chorei, mas também me diverti. Amo teatro e já assisti centenas de peças. Posso afirmar que esta produção é a melhor que já vi. Foram abordados muitos assuntos. O conteúdo me impressionou”, comentou a professora e artesã Claudia Pitta.

A proposta do autor do solo, Vinnicius Morais, era mesmo despertar um conflito de sentimentos no público. “É muito gratificante ver a gama de emoções que o espetáculo provoca nas pessoas”, explicou o autor. O texto de Vinnicius destaca, entre outros assuntos, as diferentes formas de violência, a rejeição da família, Aids, frustrações amorosas, as amizades verdadeiras, os sonhos e a capacidade de perseverar. Dolores, a travesti do espetáculo, usa uma linguagem descontraída e enfrenta com otimismo todos os problemas da vida. É cheia de conflitos como todas as outras pessoas.

Uma análise mais técnica foi feita pelo ator e diretor Thiago Morelatto: “Muito bom. Parecia que tinha um elenco e não só a atriz Simone Brault. Além disso, o tema é sobre um universo que a maioria das pessoas desconhece ou ignora”.

Foi a primeira vez que o espetáculo baiano se apresentou, na íntegra, no Rio de Janeiro e contou com a participação especial do ator e produtor cultural Thiago Costa, que dançou e encantou com a personagem Vanessa do Mato.

A programação completa do Encontrarte está disponível no site www.encontrarte.com.br. O evento acontece até o dia 27 de setembro.

 

Crédito das fotos:

Marcele Pontes

 

Jornalistas:

Bernadete Travassos – 987343-4121

Flavia Rodrigues – 99166-8822

 

 

Sem comentários ainda

Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário