A Descoberta das Américas e a parceria entre povos

Por: Wesley Brasil
wesleybrasil@gmail.com

Lá estava Johan numa terra estranha, se adaptando ao novo lugar e a cultura local. E lá estava ele, com suas inusitadas parcerias lutando pela vida. Johan consegue seu pedaço de felicidade nessa vida de alguma maneira, é verdade – e não faz isso sozinho.

Terceiro dia de Encontrarte, e o espetáculo encenado por Julio Adrião nos faz refletir: é possível chegar em algum lugar sem parcerias?

Estamos trabalhando com muita gente boa para tornar o sonho do Encontrar numa realidade.

Estamos trabalhando com muita gente boa para tornar o sonho do Encontrar numa realidade.

Nossa aventura para produzir o Encontrarte não é diferente. Assim como Johan, já cruzamos tempestades, tivemos nossas belas índias e até levamos algo novo para pessoas que não conheciam, neste caso, o teatro.

No Instagram, a foto do nosso time com a Petrobras e a EmCartaz é mais que simbólica. Mostra que do lado de gente boa, é possível construir um mundo melhor. Estar numa instituição como o RioCriativo amplia nosso horizonte e nos permite viver momentos deliciosos como este.

Johan descobre que a felicidade está na simplicidade da vida. Julio Adrião prova que até um homem solitário no palco é capaz de deixar uma plateia em êxtase.

E nós, que acreditamos na simplicidade, vamos descobrindo que só queremos espalhar uns sorrisos por aí com umas pessoas bacanas do lado.

2 Comentários

  1. 29 de setembro de 2013
    EDSON FERREIRA SOARES

    Meus queridos guerreiros da Arte, gostaria de parabenizá-los, mais uma vez, pela brilhante iniciativa de trazer de volta ao Sesc esta prova de amor ao teatro que é o espetáculo de Júlio Adrião. Eu tive a oportunidade e o privilégio de assisti-lo “nos primórdios” da montagem, há cerca de 13 anos atrás, quando ainda usava alguns elementos cênicos para compor a história. No entanto, a partir do momento em que “enxuga” o cenário e torna o espetáculo ainda mais minimalista, estimula em nós, público e parceiro (sim, nós viajamos junto com ele!), a CRIATIVIDADE, a SENSIBILIDADE e a VONTADE (rima acidental)de fazer mais: pelo próximo, pela Cultura, pela VIDA… Enfim, só gostaria de deixar registrada a minha mais profunda GRATIDÃO por me tornar mais humano, pois, dentre outras, o verdadeiro TEATRO tem esta importantíssima e intransferível função. BRAVOS!!!

  2. 29 de setembro de 2013
    admin

    Edson, ficamos muito gratos pelas suas palavras!
    Nos sentimos grandes privilegiados em poder proporcionar momentos como estes, e unir forças com humanos do gabarito do Julio e da equipa da EmCartaz.
    Ao público fica nosso constante agradecimento.
    Viva a arte!

Deixe seu comentário